Escolha uma Página

R$17,00

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Elul, Rosh Hashaná, Yom Kippur, Sucot e Yom Tov

O que significa o mês de Elul?

Nossos sábios contam que, não há muito tempo, quando ouviam na sinagoga o chazan anunciar o mês de Elul (no Shacharit de Shabat anterior ao Rosh Chodesh) as pessoas sentiam uma grande emoção e inclusive muitos choravam.

Elul significa que o mês do julgamento está chegando.

Os “yamim noraim” (dias temíveis):

‘Rosh Hashaná’ – O início do ano; e ‘Yom Kipur’ – O dia do perdão.

Esses são os dias do julgamento. Isto é, todos seres humanos são julgados nesses dias.

Que julgamento é esse? Por que não sentimos?

Mesmo quando alguém é convocado para um julgamento de um valor não tão elevado, em geral, fica tenso, nervoso, preocupado....

O que será julgado em Rosh Há’Shaná? Mil dólares? 10 mil? 100 mil?

Não! Muto mais! A nossa vida!

Nesses dias será decidido se a pessoa viverá no próximo ano ou se deixará de viver. Além disso, também todas as condições de vida que ela terá nesse próximo ano serão decididas. O início do julgamento é em Rosh Ha’Shaná e o veredito final em Yom Kipur.

O que podemos fazer para sentir mais a relevância desses dias? (Trataremos sobre esse assunto na continuação.)

Despertar por um só instante

O Rav Israel Salanter Zt”l escreve que cada um deve tentar despertar-se, mesmo que por um só instante, retirar a “casca” que o envolve e tentar chegar em um pensamento, um momento de entendimento verdadeiro e percepção do projeto Divino.

Tentar chegar em um momento o qual possa captar e se conectar com Deus. Refletir sobre “o que Deus quer de mim?” sem a influência de “amigos virtuais”, sem a correria do dia-a-dia. Assim, cada um poderá captar, independentemente de onde ele se encontra, um sentimento de reverência em relação aos temas (do julgamento) relacionados a Rosh Há’Shaná e Yom Kipur, muito mais do que ela pensava.

A pessoa pode fechar os olhos por uns momentos e tentar se desconectar do tudo o que a envolve, de toda influência, despertar a vontade de ser uma pessoa verdadeira, de sentir uma conexão sincera com o Divino; de querer cumprir a função pela qual ela veio ao mundo.

É possível chegar a um sentimento muito forte.

O Rav Israel Salanter explica, como foi citado, que a influência negativa das transgressões realizadas pela pessoa dificulta e enfraquece esse tipo de entendimento e lhe causa um desestímulo, portanto é fundamental “derramar o coração” para Deus, principalmente durante a reza (de ‘amidá’ no minian). Dessa forma é aberto um pequeno furo nesse “muro de ferro”. Vejam só, através de uma pequena ação a pessoa gera vários frutos.

Nota: Nesse momento em que a pessoa derrama o coração para Deus, ela deve pedir ajuda para ter claridade, para retificar-se e aprimorar-se, para receber funções positivas e construtivas, para crescer e se desenvolver em sua função e em sua posição na criação, além de tudo o que necessitar para ter uma vida mais louvável.

Mesmo um pequeno nível de consciência, de percepção, de reformulação de valores, de vontade ou de qualquer sentimento da importância do tema do julgamento de Rosh Há’Shaná e Yom Kipur (que são relacionados ao objetivo da criação) já faz um grande efeito no crescimento da pessoa.

Este texto é reprodução de parte do conteúdo do e-book Elul, Rosh Hashaná, Yom Kipur, Sucot e Yom Tov.

A reprodução desse conteúdo é proibida sem a autorização do autor.

Para continuar lendo, compre o e-book clicando no botão abaixo.

Você está pronto pro dia do julgamento?

Nesta obra, o Rabino Shimshon Bisker explica os dias do mês de Elul, além de tratar de temas relacionados a Rosh Hashaná, Yom Kipur, Sucót, Shemini Atséret e Yom Tov, abordando também as leis para tais dias, de forma dinâmica, através de perguntas e respostas.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Faça parte da nossa lista!!

Faça parte da nossa lista!!

Inscreva-se e receba artigos de Torá em seu e-mail!

Obrigado por inscrever-se!